Home | Notícias

Tommy Robredo regressa aos títulos no Lisboa Belém Open

Tommy Robredo regressa aos títulos no Lisboa Belém Open

Tommy Robredo pôs fim a um jejum de cinco anos sem títulos no circuito profissional, ao conquistar a segunda edição do Lisboa Belém Open. Depois de vencer o chileno Christian Garin, por 3-6, 6-3 e 6-2, o espanhol de 36 anos recebeu o respectivo troféu e o cheque de 6 mil dólares – a maior fatia do “prize-money” total de 43 mil dólares. Chegado o momento do discurso, Robredo não conseguiu esconder as lágrimas ao recordar os problemas físicos que o atiraram para fora do top 200.

“É difícil de colocar em palavras. Quando se está cinco anos sem ganhar um título esquecemo-nos um pouco de como é viver esses momentos e, agora que o consegui voltar a fazer, saem-me as emoções de todo o trabalho, de toda a luta, do que é viajar semana após semana e continuar a perder e agora chegar aqui e conseguir erguer finalmente um troféu”, afirmou Robredo, após a final de duas horas.

No primeiro set, Garin foi o mais eficaz ao aproveitar um dos dois break-points ao seu dispor e anular as quatro oportunidades do adversário. Mas a partir do momento em que quebrou o serviço do chileno, para 3-1, Robredo não mais perdeu o controlo do encontro, decidido numa terceira partida, em que Garin esteve menos confiante.

“O segredo foi estar muito concentrado. No primeiro set, tive várias oportunidades para conseguir fazer o break, mas ele conseguiu ser inteligente e aguentar sempre muito bem o serviço. Tive de me manter confiante e muito focado para o segundo parcial e foi isso que consegui fazer; no final do encontro, começou a cair para o meu lado e estou muito contente", explicou o veterano espanhol mais tarde.

Robredo, que chegou ao Lisboa Belém Open no 227.º lugar do ranking, recebeu 80 pontos pelo triunfo, que lhe irão permitir subir cerca de 60 lugares na classificação ATP. Mas o objectivo é voltar a integrar os melhores do mundo e entrar nos torneios do ATP World Tour. “É o amor pelo jogo, são todas estas sensações e a alegria de poder acordar e ir para o court todos os dias. E quando gostas assim tanto é tudo mais fácil”, justificou Robredo.

Já Garin, de 22 anos, irá subir cerca de 40 lugares em relação ao ranking de 211.º que apresentou esta semana.

O título de pares ficou decidido no sábado e foi conquistado por Marcelo Arevalo, de El Salvador, e Miguel-Angel Reyes Varela, do México, após derrotarem, na final, o polaco Tomasz Bednarek e o norte-americano Hunter Reese, por 6-3, 3-6, 10/1.

 

http://lisboabelemopen.com/files/x_3.pdf

http://lisboabelemopen.com/files/mds_4.pdf

http://lisboabelemopen.com/files/mdd_3.pdf

 

Live Streaming

×